Antigo delegado da Linhas Aéreas de Moçambique em Sofala sob investigação

0

O antigo delegado das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM), em Sofala, está sob investigação do Gabinete Provincial de Combate à Corrupção, indiciado de cobranças ilícitas, em benefício próprio, no montante de 800 mil meticais.



MAPUTO- Segundo a Rádio Moçambique, o porta-voz do Gabinete Provincial de Combate à Corrupção de Sofala, João Chona, disse que para obter aquele valor, o indiciado cobrava, mensalmente, cerca de vinte mil meticais à uma empresa que tinha alugado um balcão para a prestação de serviços de limpeza.

“Desde Dezembro de 2013 o suspeito cobrou e recebeu mensalmente dinheiro no escritório que é terminal de venda de bilhetes, residência protocolar e no aeroporto internacional da Beira como comissão para a manutenção do contrato de prestação de serviços, sendo que o mesmo após a cessação de funções continuou a receber as cobranças, até que chegou a informação aos seus superiores hierárquicos. Ele cessou as funções entre Janeiro e Fevereiro de 2016 e passou este período todo, a receber o valor”, frisou João Chona.

De acordo com a fonte acima citada, o porta-voz do Gabinete Provincial de Combate à Corrupção de Sofala, revelou também que a instituição ordenou a detenção de um fiscal do Conselho Municipal da Beira, surpreendido a efectuar cobranças ilícitas. [FM]

Loading...

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.