Comissão eleitoral do Zimbabué diz que “não houve fraude” nas eleições

0

A presidente da comissão eleitoral do Zimbabué, Priscilla Chigumba, mostrou-se hoje confiante de que “não houve fraude” nas eleições presidenciais de segunda-feira, depois de os dois principais candidatos, Mnangagwa e Chamisa, anunciarem que estavam na liderança.

“Gostaríamos de mostrar ao povo do Zimbabué que nós, na comissão eleitoral do Zimbabué (ZEC), não vamos roubar a escolha dos eleitores”, garantiu Priscilla Chigumba.

A presidente da comissão eleitoral afirmou que quaisquer que sejam os resultados, “eles refletirão exatamente o que as pessoas decidiram”.

Segundo a agência France-Presse (AFP), a ZEC foi criticada pela sua parcialidade nas eleições organizadas na era de Robert Mugabe que governou o país durante 37 anos.

Durante a campanha de 2018, a oposição acusou Priscilla Chigumba de “falta de transparência”, “parcialidade” e “arrogância”.

Poucos dias antes das eleições, o líder da oposição, Nelson Chamisa, referiu que a ZEC “escolheu assobiar o árbitro e apoiar a equipa de Emmerson Mnangagwa”.

De acordo com a comissão eleitoral, poderão ser anunciados hoje à tarde os primeiros resultados oficiais das eleições presidenciais, legislativas e municipais.

LUSA

você pode gostar também Mais do autor