Maputo e Matola podem voltar a sentir restrições no fornecimento de água – Maistindzava

0

A disponibilidade de água para consumo nas cidades de Maputo e Matola vai reduzir de 80% para 60% nos próximos tempos se a chuva continuar abaixo do normal na região sul, anunciou fonte da direcção Nacional de Gestão de Recursos Hídricos.

“No final da época chuvosa (em Abril), vamos avaliar a quantidade de água disponível e possivelmente diminuir até 60% o fornecimento de água à população”, disse Agostinho Vilanculos, citado hoje pelo Jornal Notícias.




Loading…

Na albufeira dos Pequenos Libombos, que abastece as duas cidades, os níveis de armazenamento de água baixaram em 10% nas últimas semanas e as previsões avançadas pelo Instituto Nacional de Meteorologia mostram que a chuva em alguns pontos de Maputo vai continuar abaixo do normal.

“Se o cenário não mudar, não teremos outra alternativa senão aumentar as restrições no fornecimento de água para produção de electricidade, assim como para agricultura, para dar prioridade ao fornecimento à população”, acrescentou.




A barragem dos Pequenos Libombos, a 50 quilómetros da cidade de Maputo, foi construída entre 1983 e 1987 e é a única fonte de água para a Estação de Tratamento de Água de Umbelúzi.

As cidades de Maputo e Matola já estavam a enfrentar restrições no fornecimento de água nos últimos tempos devido à seca que afectou o sul do país entre o final de 2016 e início de 2017.

Na altura, a barragem dos Pequenos Libombos, de 400 milhões de metros cúbicos, apenas tinham 25,5% da sua capacidade de armazenamento de água.

Fonte: Jornal Notícias

você pode gostar também Mais do autor