Muçulmanos de Cabo Delgado denunciam perseguições

0

Membros do governo provincial, da sociedade civil, políticos e antigos combatentes da Luta de Libertação Nacional reuniram-se para uma reflexão sobre os focos de violência em Cabo Delgado.

Muçulmanos dizem que estão a viver com medo devido a perseguições de que são vítimas, há suspeitas de pertencerem ao grupo terrorista que vem protagonizando ataques armados, desde Outubro de 2017.

Crentes da religião Muçulmana, recorreram ao alcorão e a Constituição da República de Moçambique, para se distanciar dos actos de terror cometidos por um grupo armado que vem protagonizando ataques em nome do Islão.

Nze Assuade, líder religioso, diz que a ideologia que os supostos terroristas transportam, está completamente fora do contexto da religião Islâmica.

O governo provincial considera a preocupação dos muçulmanos, legítima e pede apoio da comunidade islâmica, para a resolução do problema.
Este foi o primeiro encontro oficial de debate público sobre as possíveis soluções dos ataques terroristas em Cabo Delgado.

cometidos por um grupo armado que vem protagonizando ataques em nome do Islão.

Nze Assuade, líder religioso, diz que a ideologia que os supostos terroristas transportam, está completamente fora do contexto da religião Islâmica.

O governo provincial considera a preocupação dos muçulmanos, legítima e pede apoio da comunidade islâmica, para a resolução do problema.
Este foi o primeiro encontro oficial de debate público sobre as possíveis soluções dos ataques terroristas em Cabo Delgado.

OPAIS

você pode gostar também Mais do autor