Rapper DMX norte-americano condenado a um ano de prisão por fraude fiscal

0

O rapper norte-americano DMX, cujo nome verdadeiro é Earl Simons, foi hoje condenado por um tribunal de Nova Iorque a um ano de prisão por fraude fiscal.

O músico e ator de 46 anos, conhecido sobretudo pela canção “Party Up (Up in Here)”, declarou-se culpado em novembro de 2017 de sonegar perto de 1,5 milhões de euros ao fisco norte-americano

Na sentença de hoje, DMX foi ainda condenado a pagar perto de dois milhões de euros como compensação ao Serviço de Impostos Internos (IRS), americano.

Segundo a acusação pública, DMX faltou repetidamente às suas obrigações fiscais, usando apenas dinheiro vivo na sua vida quotidiana. Não detinha contas bancárias em seu nome e não apresentou durante anos as obrigatórias declarações de IRS.




DMX terá ameaçaoa até abandonar o seu papel no reality show “Couples Therapy” (Terapia de Casais), quando a produtora deduziu os impostos devidos pelo seu salário.

Considerado um dos principais astros do hip-hop no final da década de 1990, DMX enfrentou frequentes problemas legais com acusações que incluem crueldade com os animais, posse de drogas e falta de pagamento de pensão de alimentos.

“Party Up (Up in Here)”, do ano 2000, é sua música mais conhecida, sendo usada frequentemente usada em bandas sonoras de películas, como aconteceu, recentemente, com a nova versão de “Caça-fantasmas”.

Noticias ao minuto